navio chines resgateUm navio chinês, com turistas, muitos deles idosos de 50 a 80 anos, que estavam num passeio, naufragou na noite passada no rio Yangtze. O navio não estava lotado e havia colete e botes salva-vidas para todos. Mas o acidente foi muito rápido e a maioria não teria apanhado os coletes, segundo relatos.

Ainda é desconhecido o número de mortos, mas o navio, que não afundou, está emborcado, dificultando o resgate. Pela manhã, cinco pessoas haviam sido resgatadas, dos 458 que estavam a bordo. A maioria dos passageiros, até o início da tarde desta terça-feira, está desaparecida. Muitos náufragos gritavam de dentro do navio para serem resgatados e milhares de voluntários e soldados tentavam uma operação arriscada e difícil para salvá-los.

O navio teria sido atingido por um ciclone, segundo relato do capitão. Ele e um engenheiro de bordo, que se salvaram, foram presos. Não há relato de sobreviventes, além dos cinco que foram resgatados pela manhã, segundo o site do jornal britânico The Guardian.  

Os parentes desesperados procuravam informações, mas como acontece em acidentes desse tipo, as empresas são extremamente lentas para esclarecer qualquer coisa, até porque em geral não se prepararam para situações graves de crise.

Acompanhe o que diz o site do jornal The Guardian.

 

Redes Sociais

 redetwiter redeface redeflick  redelinkedin

bannerbotton livro