Scarlett Johansson You Tube 1“A vida diária mudou drasticamente este ano. Com restrições em tudo, desde reuniões ou comemorações com aglomeração, até jantares, exercícios, compras e viagens, todos nós fomos forçados a improvisar nossas rotinas e as formas como buscamos nossos interesses.”

Em razão desse “confinamento”, muitos de nós estamos cada vez mais trabalhando, nos distraindo ou divertindo online, o que nos dá, pelo menos, uma sensação de maior segurança. “Seja para comprar mantimentos, conversar com amigos ou simplesmente se divertir, as plataformas digitais têm desempenhado um papel fundamental na adaptação da comunidade global à pandemia.”

O site thinkwithgoogle.com publicou um artigo no início do mês, constatando que o YouTube cada vez mais se transformou na “tela” preferida dos espectadores. Se juntarmos as plataformas de “streaming”, muito provavelmente todas as grandes empresas estão aumentando o número de associados e os níveis de audiência.

“Quando se trata de vídeo online especificamente, vimos que a visualização do YouTube nas telas de TV se tornou um elemento básico da vida cotidiana. Provavelmente um reflexo de mais tempo passado em casa, as pessoas têm se voltado para a tela grande para satisfazer demandas de divertimento, explorar as paixões e participar das tendências culturais tradicionais.”, diz Gina Shalavi, autora do artigo.

Para a articulista, “Isso nos conduziu a uma nova era de streaming em telas de TV, e o uso não se limita apenas a curtos períodos. As tendências de tempo de exibição mostram que as pessoas estão sintonizando exatamente como fariam na TV tradicional. Na verdade, o tempo de exibição em telas de TV de conteúdo do YouTube superior a 30 minutos aumentou mais de 90% em um período de 12 meses, nos EUA.”

Certamente também aconteceu a mesma tendência no Brasil, até porque o país é o segundo do mundo em audiência no YouTube (40 milhões de espectadores), só perdendo para os EUA. Mais de 100 milhões de pessoas naquele país agora assistem ao YouTube e ao YouTube TV em uma tela de TV. A mesma tendência ocorreu em outras partes do mundo também.

Que conteúdo assistir no YouTube

Tendo em vista o grande papel que as telas de TV agora desempenham no comportamento de visualização, você pode estar se perguntando quais tipos de conteúdo o público passa o tempo assistindo. “Nós perguntamos a mesma coisa. Aqui estão três maneiras específicas pelas quais a visão da sala de estar se inseriu na vida diária.’

Esportes ao vivo e cultura

You Tube audiencia na pandemiaSegundo a autora, “esportes ao vivo e outras grandes reuniões culturais foram interrompidas de forma brusca assim que a pandemia começou. Para lidar com isso, os fãs de esportes recorreram ao YouTube para relembrar momentos épicos e ficar conectados com seus times e atletas favoritos. As salas de estar se transformaram em arenas esportivas socialmente distantes, à medida que o tempo de exibição de vídeos esportivos nas telas de TV - excluindo o conteúdo ao vivo - aumentou mais de 65% entre julho de 2019 e julho de 2020.”

As pessoas que não tinham tempo para assistir ou rever jogos clássicos, históricos, ou não puderam assistir na hora em que aconteceram, agora, com mais tempo em casa, essa foi a oportunidade.

“Equipes como o Liverpool, por exemplo, tiveram mais de 5,4 milhões de visualizações em vídeos em um mês. E após o cancelamento de Wimbledon 2020, o canal oficial do torneio no YouTube carregou jogos clássicos completos pela primeira vez. Vídeos de jogos apresentando apenas Roland Garros receberam mais de 1 milhão de visualizações desde 1º de fevereiro.”

À medida que as ligas profissionais navegam por novas proteções e o jogo ao vivo é retomado com cuidado, a popularidade do conteúdo relacionado a esportes no YouTube não mostra sinais de desaceleração.

Vídeos do YouTube para a mente e o corpo

Nos primeiros dias do surto, as pessoas procuraram conteúdo de vídeo para ajudá-las a enfrentar e gerenciar novas realidades da vida em casa. Entre meados de março e o final de maio, houve um aumento global de 215% na média de uploads diários no YouTube com "autocuidado" ou “autoajuda” no título, em comparação com os primeiros dois meses do ano.

Novas habilidades na tela grande

Redes Sociais ranking 2020O artigo ressalta que “do nível mais superficial ao mais profundo, o coronavírus tem levado as pessoas a se reafirmarem e se redefinirem. O vídeo online tem se mostrado uma forma fácil e acessível para as pessoas expressarem quem são e quem podem se tornar em um mundo pós-pandêmico, adquirindo uma nova habilidade, por exemplo.”

O artigo diz que “o tempo de exibição nas telas de TV de vídeos relacionados ao aprendizado mais que dobrou entre julho de 2019 e julho de 2020. Os tutoriais de culinária têm sido uma das categorias de aprendizagem mais populares no YouTube nos últimos meses. “

Para a autora do artigo, "Jardinagem é outro conjunto de habilidades que os espectadores têm procurado desenvolver. Para atender às necessidades das pessoas com espaço limitado, a jardinagem em recipientes surgiu como um subgênero de tendência. Este vídeo do Japão, que mostra o cultivo de um rabanete em uma garrafa, ilustra o tipo de vídeos de “jardinagem em recipientes” que estão ajudando os espectadores em todo o mundo a desenvolver o polegar verde."

Como sugere o comportamento de assistir da comunidade global, o consumo de vídeo online na sala de estar veio para ficar. O que pode ter parecido o início de uma tendência em 2019, rapidamente se tornou o novo normal, à medida que os espectadores continuam a se voltar cada vez mais para a tela grande para atender às necessidades de mudança.

Fotos: Divulgação, filme Lucy, 2014.

Gráfico: People watching YouTube and YouTube TV on their screens. Fonte: YouTube Internal Data, U.S., March 2020.

Outros artigos sobre o tema

More people are streaming YouTube on their TV screens. Here's what they're watching

Redes Sociais

 redetwiter redeface redeflick  redelinkedin

bannerbotton livro