Livro 3 out 2019A 3ª edição do livro “Gestão de Crises e Comunicação – O que Gestores e Profissionais de Comunicação precisam saber para Enfrentar Crises Corporativas”, já está circulando e em oferta nas principais livrarias online do mercado. O Grupo Gen – Editora Atlas (www.grupogen.com.br) oferece a edição recém lançada com 20% de desconto. É o livro em português sobre gestão de crises mais atualizado, incluindo as principais crises ocorridas nos últimos anos, até mesmo as de 2018 e 2019: Vale, Chapecoense, Volks, Facebook, Samarco, Samsung, Museu Nacional, Boeing, Flamengo, United Airlines, atentados em escolas, o drama da imigração e as crises políticas do Brasil, entre outras.

A 3ª edição sai completamente atualizada com 30 crises corporativas analisadas em “box” isolados do conteúdo geral, além de mais 20 crises citadas e comentadas no desenrolar do conteúdo. Além disso, os dados referentes às empresas com crises que figuravam nas edições anteriores, foram atualizados. Mesmo as crises anteriores, como a da Petrobras, de Fukushima e acidentes aéreos tiveram textos atualizados com as últimas informações.

O livro foi acrescido de mais um capítulo que trata de “Fake News” e Pós-Verdade, dois temas que estão a exigir uma profunda reflexão de quem pretende trabalhar com crises e comunicação. E mais. Essa edição, além do índice remissivo das organizações citadas, vem como um índice remissivo geral, que contempla a palavra-chave de grande parte do conteúdo, facilitando encontrar rapidamente determinada informação no meio de 312 páginas.

Com o lançamento, “Gestão de Crises e Comunicação” torna-se, mais uma vez, o último livro publicado em português, com foco exclusivo em “Risk and Crisis Management”. Desde 2013, quando saiu a primeira edição, o livro “Gestão de Crises e Comunicação” virou referência no mercado, por abordar o tema, sob o aspecto prático da gestão desse tema na empresa, ensinando como se faz Plano de Crise ou um Manual de Gerenciamento de Crises; Comunicados e Notas para a imprensa, dando dicas sobre entrevistas, mensagens-chave, Media Training, papel do Jurídico, nas crises, e trazendo modelos e diagramas dos elementos-chave que devem ser seguidos na gestão de uma crise por parte do "board" da organização. O livro é complementado por um apêndice atualizado, com modelos de notas, comunicados, roteiro de auditoria e entrevistas, além de uma filmografia sobre gestão de crises.

O livro vem atender a uma demanda cada vez maior das empresas, que precisam colocar a gestão de crises como tema do planejamento estratégico. Para isso, além de criar uma equipe encarregada de desenvolver o tema e disseminá-lo na organização, a empresa precisará criar um Manual de Gestão de Crises e procedimentos para a área de comunicação, nesses momentos conturbados.

A 2ª edição foi publicada em 2015. Em quatro anos, muita coisa mudou na forma de administrar crises e comunicação. Embora no exterior, principalmente nos EUA, na Grã-Bretanha, Austrália e França haja excelente bibliografia sendo publicada e atualizada, em português ainda é muito incipiente trabalhos teóricos sobre gestão de crises. É importante ressaltar que muitas empresas agregam no seu portfólio o "gerenciamento de crises" como um dos serviços oferecidos. Mas, a maioria das empresas, quando oferece esse serviço, limita-se a dar assessoria unicamente sob o aspecto da relação com a imprensa. O que é apenas uma parte do processo de gestão de crises. Confundir gestão de crises com relação com a imprensa ou apenas sob a ótica da comunicação é um equívoco. E isso o livro deixa bem claro.

Quem precisar do livro e não encontrar nas livrarias físicas, não importa se na capital ou no interior, tanto poderá adquiri-lo pela Internet, nas principais livrarias online, como se dirigindo diretamente ao site www.comunicacaoecrise.com

Outros artigos sobre o livro

Um livro para desmistificar a gestão de crises

Redes Sociais

 redetwiter redeface redeflick  redelinkedin

bannerbotton livro